9 tendências tecnológicas para 2022

Da nossa vida pessoal às organizações onde trabalhamos, a tecnologia está em todo o lado e é a base de quase tudo o que fazemos. A cada momento surgem novos e mais sofisticados conceitos que devemos estar atentos e abraçar para aproveitar todas as suas potencialidades. Numa altura em que um novo ano está a começar, o que esperar em matéria de tendências tecnológicas?

A IDC aponta para uma aceleração da economia global, prevendo que em 2022, 65% do PIB esteja digitalizado, implicando um investimento em tecnologia superior a €6 biliões até 2023.

Devido à pandemia, os últimos dois anos foram marcados por muita resiliência e capacidade de reinvenção por parte das empresas, adaptando modelos de negócio, criando novas ofertas centradas no digital e conectando e capacitando os seus talentos para poderem trabalhar a partir de qualquer lugar. Mas a inovação não pode parar e ainda há muito que podemos aproveitar para sermos mais ágeis e produtivos no dia a dia. Apontamos de seguida as tendências tecnológicas que destacamos para os próximos 12 meses:

#1 Tomadas de decisão centradas na Inteligência

Segundo dados da Gartner, até 2023 mais de um terço das grandes organizações terão já optado pela implementação de modelos de decision intelligence. Desta forma, recorrem à tecnologia para compreender e estruturar a tomada de decisão de uma forma mais eficaz, abarcando a integração de dados, modelos analíticos e plataformas que suportam, automatizam e melhoram continuamente o processo.

#2 Hiper-automação

A cada vez maior necessidade de digitalização e a procura da excelência operacional têm conduzido as organizações a olhar crescentemente para a hiper-automação. Em 2022, a Gartner fala numa clara tendência nesta área e num superior desempenho dos negócios que automatizem o maior número de processos possível. O conceito combina a automação robótica dos processos (RPA) e a inteligência artificial (AI).

#3 Ascensão da computação quântica

Já com muitos aspetos consolidados, o próximo ano e os seguintes serão os anos da tecnologia quântica. De facto, o aumento exponencial do poder computacional possibilitado por esta tecnologia está a abrir um mundo de oportunidades em torno de quase todos os aspetos da vida moderna, tanto nas áreas financeira, militar, como na investigação médica e farmacêutica. No entanto, traz também consigo fortes ameaças, pois tal capacidade permite quebrar rapidamente as encriptações como as conhecemos hoje, expondo Governos e organizações à violação da sua informação. A resposta envolve soluções que permitam assegurar a segurança das comunicações com tecnologia quantum-safe – uma realidade já existente em Portugal e onde a Warpcom foi pioneira.

#4 Smart Cities

Interrompido por vários municípios em consequência da pandemia, este investimento volta ao topo das prioridades em 2022 um pouco por todo o país e também a nível mundial. As Smart Cities surgem associadas a tecnologias de ponta que asseguram uma maior e melhor organização da dinâmica socioambiental, otimizando recursos e melhorando a experiência de quem vive, visita ou trabalha numa determinada cidade.

#5 Wi-Fi 6 e 5G

Ao longo de 2022 assistiremos a uma maior proliferação do Wi-Fi 6 e do 5G. Muito diferente das outras gerações, o 5G propõe uma conexão muito mais rápida e com muito menor latência. Por outro lado, o Wi-Fi 6 representa um passo gigantesco na forma como o ecossistema de rede serve os requisitos dos seus utilizadores. A maior necessidade de flexibilidade e mobilidade será endereçada por estas duas tecnologias através de uma conetividade continua e ininterrupta ao entrar e sair do alcance das redes locais.

#6 Data Centers de grande capacidade e desempenho

Os centros de dados são vistos como a base de toda a cadeia de valor da economia digital. A informação continua a crescer a um nível exponencial e tem que ser acompanhada por uma infraestrutura capaz de armazená-la de forma segura, fiável e com o máximo desempenho. Em 2022 esta é uma realidade que se deverá robustecer ainda mais, dando-se grande relevo à automatização e à escalabilidade como requisitos-chave. A estes conceitos, junta-se um quarto que ganha peso na esfera mundial: a preocupação crescente com a sustentabilidade e proteção ambiental e que deverá dominar as estratégias adotadas.

#7 Cibersegurança

À medida que o trabalho remoto e a colaboração online se intensificaram, a cloud tornou-se numa ferramenta fundamental em qualquer empresa e a sua adoção foi determinante para que as empresas assegurassem a continuidade do negócio. Contudo, a rápida migração para a nuvem introduziu diversos desafios de segurança. Em 2022, a aposta nesta área precisa ganhar ainda maior relevância já que a tudo isto se junta ataques cada vez mais frequentes e sofisticados.

#8 Posto de trabalho do futuro

De acordo com tudo o que temos vivido e aprendido nos últimos anos, podemos afirmar que o modelo de trabalho do futuro é híbrido. Com equipamentos, ferramentas e plataformas de colaboração que permitem ter o mesmo desempenho, interação e motivação independentemente do “onde”. Também nesta vertente, a segurança é fundamental, pois o perímetro deixa de estar confinado às paredes de um escritório, o que desafia a proteção das organizações.

#9 Experiência total

Segundo a Gartner, a experiência total é uma estratégia que integra a experiência do colaborador, do cliente, do utilizador e a multi-experiência em vários pontos de contacto para acelerar o crescimento. Assim, é gerada maior confiança, satisfação, lealdade de clientes e colaboradores através da gestão holística das experiências dos diferentes stakeholders.

Na Warpcom estamos sempre na vanguarda da tecnologia para trabalhar lado a lado com os nossos clientes naquilo que de melhor se faz em cada área. Vamos trilhar o novo ano juntos e tirar o máximo partido destas e de outras tendências tecnológicas? Tudo começa aqui.

Artigos Relacionados

Categorias

BlogNew

EbooksNew

MediaNew

Warp InfoNew

Receba todos os conteúdos da Warpcom!

Artigos relacionados