Autenticação e single sign-on no setor da saúde: dedicar mais tempo aos pacientes enquanto mantém os dados protegidos

Single sign-on (SSO) é um recurso de autenticação que, através de um único login, dá acesso a múltiplos sistemas, mesmo que independentes. Na prática isto significa que apenas é necessário introduzir as credenciais uma única vez – nome do utilizador e palavra-passe – para aceder a todas as soluções informáticas.

Sendo o setor da saúde um dos mais exigentes e intolerantes a falhas, distrações e erros, tudo o que a tecnologia puder simplificar revela-se uma grande mais valia. O single-sign on especializado nesta área é um claro exemplo.

De acordo com o IDC Health Insights, se os prestadores de cuidados de saúde não forem obrigados a escrever repetidamente as suas credenciais, conseguem poupar até 45 minutos por dia. Uma solução de single sign-on agiliza o seu trabalho, acelera o acesso à informação e permite que se foquem naquilo que é efetivamente importante – resultando na maior satisfação do profissional de saúde e do paciente.

Existe ainda outra questão premente, é muito comum os profissionais de saúde partilharem as estações de trabalho (desktops, tablets, portáteis, entre outros equipamentos). Assim, e de forma involuntária, os colaboradores utilizam algumas vezes sessões já abertas o que traz inúmeros problemas de segurança. O SSO evita tudo isto, garantindo ao mesmo tempo a proteção dos dados dos profissionais, das entidades prestadoras e dos pacientes.

A autenticação e single sign-on no setor da saúde contribuem assim para processos de desmaterialização e otimização dos fluxos de trabalho. Resumimos de seguida as principais vantagens quer para o utilizador-final (profissional de saúde) quer para a área de gestão (administração dos sistemas).

 

Vantagens para o utilizador

  • Simplificação de acesso. O single sign-on simplifica e agiliza a forma como os profissionais de saúde acedem e interagem com as aplicações. Isto significa que podem trabalhar com todas as ferramentas – corporativas, web ou SaaS – com apenas uma credencial.
  • Maior segurança. Os profissionais de saúde só precisam de uma palavra-passe ou do seu cartão de colaborador. Quando são obrigados a trabalhar com múltiplas, tendem a escolher senhas mais simples e fáceis de memorizar ou a escrevê-las para não se esquecerem. Estes comportamentos são uma real ameaça à segurança de dados e infraestruturas. Com uma solução de single sign-on, podem utilizar uma palavra-passe forte e gerir em modo self-service a criação e reset, de forma totalmente segura e rápida.
  • Maior produtividade. Na área da saúde, a gestão de tempo pode ser determinante para a vida dos pacientes. Com um sistema de single sign-on, os profissionais de saúde não têm de perder tempo a introduzir diferentes credenciais de autenticação sempre que pretendem aceder a um serviço ou aplicação. Um único login dá acesso a tudo.
  • Melhor experiência com a biometria de impressão digital. A possibilidade de identificação biométrica da impressão digital oferece aos profissionais de saúde o acesso fácil e seguro a desktops e aplicações com apenas uma ação, eliminando a necessidade de lembrar ou introduzir nomes de utilizador e palavras-passe.
  • Maior rapidez com leitores de cartão de proximidade. Em vez de inserirem repetidamente as suas credenciais, os profissionais de saúde podem também simplesmente aproximar o seu cartão de colaborador num leitor e obtêm acesso imediato a todos os sistemas que precisam.

 

Vantagens para a gestão

  • Maior controlo de acessos. A gestão automatizada de políticas de palavras-passe simplifica o trabalho dos administradores e facilita o aprovisionamento e a rápida implementação de aplicações SaaS.
  • Maior segurança. O SSO reduz o risco inerente aos ataques cibernéticos, como phishing, pelo facto de reduzir o número de credenciais de autenticação necessárias. Ainda assim, é importante implementar um sistema multifator, para quando as credenciais ficam comprometidas. É também mais fácil controlar e monitorizar o trabalho de cada profissional, efetuar auditorias, verificar acessos não autorizados e evitar a violação da privacidade de dados.
  • Menos erros. A utilização de uma credencial única reduz significativamente os pedidos de suporte junto das equipas de TI. A implementação eficaz de um SSO e de um sistema centralizado de gestão de credenciais garante a conformidade, sem impactar os prestadores de cuidados ou a equipa de TI.
  • Saídas mais simples e seguras. A gestão de um processo de saída de um colaborador é também mais ágil. A equipa de TI pode desativar rapidamente, e de uma só vez, o acesso do utilizador a todos os serviços, ou seja, não tem de remover cada acesso de forma isolada.

 

De facto, ao longo do seu dia de trabalho, os profissionais de saúde precisam de aceder a múltiplas plataformas, sistemas e aplicações, com distintas regras de autenticação. Este processo não só é moroso, como resulta em interrupções constantes, o que se traduz numa má experiência de utilização e inevitável perda de produtividade. Além disso, os frequentes pedidos de suporte resultam em custos elevados para a equipa de administração de sistemas e num controlo de acessos inconsistente.

Como resolver todos estes desafios? A Warpcom desenha e implementa a solução OneSign da Imprivata, que está presente em mais de 1900 hospitais e conta com mais de 7 milhões de utilizadores.

Entre em contacto connosco para conhecer todo o seu valor-acrescentado e vê-la em ação.

Artigos Relacionados

Categorias

BlogNew

EbooksNew

MediaNew

Warp InfoNew

Receba todos os conteúdos da Warpcom!

Artigos relacionados

A nova vida da Cloud

A nova vida da Cloud

A multicloud e a cloud híbrida são hoje uma realidade para parte significativa das organizações. Mas esta abordagem...

Cloud Híbrida vs Multi Cloud

Cloud Híbrida vs Multi Cloud

"Cada vez é mais importante otimizar custos e ter uma utilização mais eficiente dos recursos tecnológicos, ou seja,...